quinta-feira, 4 de março de 2010

For a culture of peace


Quem disse que em Recife não se tem nada para fazer está muito enganado, os dois principais problemas são que muitas vezes para sair nessa cidade é necessário ter carro e dinheiro (ou apenas o dinheiro um pouco dobrado para o táxi; ou apenas o carro, mas isso na maioria das vezes inclui ter dinheiro, mas não vamos entrar nessa discussão...).

Mas falando em passear na cidade, eu tenho que dar a dica para vocês de um programinha de graça bem legal, logo ali na parte antiga da Cidade: O projeto “Paralelos – somos todos humanos”, nos trouxe exposições super interessantes sobre o holocausto bem na Rua do Bom Jesus, uma delas é intitulada de “Anne Frank: uma história para hoje” (livro que acredite ou não, nunca li) e a outra é “Desenhos das crianças de Terezin”.

Who says that there’s nothing to do in Recife is very wrong, the two principals problems are that if you wanna hang out, you need a car and money (or just money to pay a taxi).

But talking about walk around the city, I have to indicate for you a free program realy cool, over there at old part of the city: the project “Paralelos – Somos todos humanos” (Parallel – we are all humans), brings to us really interesting exhibitions about the holocaust right on Rua do Bom Jesus, one about Anne Frank (believe or not I have never read her diary) and the other are kids drawing from a city called Terezin.


Anne Frank




Childs of Terezin


Ps.I: A exposição vai até esse mês

Ps.II: Ok, quem diz que não tem nada o que fazer em Recife nem sempre está enganado, as vezes a cidade se torna bem chata

Ps.I: The exhibition runs through this month

Ps.II: Ok, who says there's not to do in Recife is not always wrong, some times this city is realy boring

Nenhum comentário: