quinta-feira, 20 de outubro de 2011

The Guild



Atenção1: Se você é daquelas pessoas que não suporta jogos on line, acha que são coisas de criança e tudo mais, pode dispensar esse post e vá ler um livro e coisa e tal.
Atenção 2: Se você não gosta de séries de comédias que possam ser julgadas como retardadas também não leia...
__________________________________________________________


Você já ouviu falar de The Guild?

Não tem nenhum preconceito com jogos de rpg eletrônicos e similares? Tá afim de ao menos conhecer? Então vamos lá...


Nos Estados Unidos jogos como WoW (World of Worcraft) atraem grande parcela da população, não só jovens e nerds de plantão, mas advogados, mães de família,  todo mundo joga, é só gostar. Não é estranho para muitos ter algum conhecido que se dedique a algum MMORPG.
O série on-line começou de forma independente, mas depois de chamar muita atenção do público mundial (foi traduzida do português ao russo) ninguém menos que a Microsoft resolveu patrocina-los, mudando a vida dos atores (a principal -Felicia Day- está inclusive promovendo e atuando em uma série promocional para um jogo online).
Utilizando em alguns momentos o formato vlog para recapitular os episódios anteriores a série conta a vida de um grupo de jogadores que formam uma guilda e dedicam inúmeras horas ao jogo.Tudo "normal", mas o que aconteceria se um dos jogadores aparecesse na porta do outro? 


And she's hot than reality by far...


*  vamos lembrar que sou leiga no assunto de MMO


(retirando post do mofo dos rascunhos)

Nenhum comentário: