terça-feira, 26 de março de 2013

Consumo e Individualidade

por Bill Watterson

A moda começa a existir no momento em que o sujeito passa a não se identificar apenas como parte de um coletivo, mas como ser único com elementos que o distingue dos demais do grupo. É a necessidade de ser ver e sentir como indivíduo
Engraçado como conseguimos transformar isso, afinal moda acaba também sendo essa vontade de se fazer parte de um grupo distinto. Dizer que pertence a um conjunto seleto ao qual "você" não participa. Essa distorção de individual e coletivo sempre andaram de mãos dadas ao longo da história da moda, e pelo visto vai continuar... 

O que vocês acham sobre isso?

imagem via

Nenhum comentário: